Sua gestão de equipes precisa se adaptar com o crescimento do time

Com o seu time ficando maior, seu estilo de liderança precisa se adaptar! Conheça os 5 pontos mais relevantes entre gerenciar equipes pequenas e grandes, apontados por Julie Zhuo, Vice Presidente de Design do Facebook.

Este artigo é baseado no texto de “As Your Team Gets Bigger, Your Leadership Style Has to Adapt”, de Julie Zhuo, vice presidente de design no Facebook e autora do livro The Making of a Manager: What to Do When Everyone Looks To You.

Enquanto seu time tem 5 pessoas, provavelmente você conhece bem as pessoas a ponto de saber o seu hobbies e poder dedicar um tempo para conversar individualmente com as pessoas.

Quando sua equipe avança para 10 pessoas, as coisas já mudam. Nas reuniões que precisam se manter “curtas”, nem todos conseguem explorar suas ideias e você já não consegue ser tão proximo. Falta tempo também para você conseguir seguir da mesma forma como liderava, acompanhando de perto as ações da equipe. Quando isso acontece, você precisa se adaptar a um novo estilo de liderança!

Confira 5 pontos-chave para melhorar a sua gestão de equipe:

  1. Gerenciamento indireto: para você não ficar sufocado, você perceberá que não poderá participar diretamente de todas as atividades. Por isso, você precisa ter um time que você confie na qualidade do trabalho. Nem todo mundo fará o trabalho como você faz. Você precisa encontrar pessoas que você possa delegar e mantendo um padrão de qualidade que você esteja “confortável” em aceitar.

  2. Mantenha aberto o diálogo: à medida que sua equipe cresce e você tem pessoas abaixo de você liderando de forma indireto, as pessoas começam a ver você como uma pessoa “muito importante”. Esse ar de superioridade pode deixá-las intimidadas. Uma simples pergunta sua sobre o trabalho delas pode ser entendido como um “julgamento”, ou elas podem não questionar um feedback seu que elas não concordam. A autora Julie Zhuo sugere que você enfatize que você aceita opiniões contrárias e traga a pessoa para o diálogo: “Eu posso estar totalmente errado aqui, então me diga se você discordar. Minha opinião é ... ”

  3. Sistema de anotações e gestão de tarefas: quando você tem uma equipe maior, você tem mais projetos que você precisa estar envolvida. As reuniões não podem ser longas porque você tem vários projetos diferentes para se envolver ao longo do dia. Isso pode te deixar qualquer pessoa sobrecarrega e Zhuo se sentia assim. A dica dela é todo dia de manhã você já chegar todas as reuniões que você participará, tendo um ótimo sistema para as anotações e gestão de tarefas. Além disso, você deve reservar um tempo na sua semana para revisar e refletir sobre os projetos.

  4. Faça suas escolhas e defina as prioridades: quando você está com uma equipe pequena, muitas vezes você consegue limpar a sua “caixa de entrada” (inbox). A medida que o número de projetos crescem, muitos pontos de cuidados começam a surgir, como projetos que atrasam e processos que precisam ser melhorados. Você precisa entender que você é um ser humano e que o seu dia tem horas limitadas. Ser perfeccionista vai corroer a sua saúde e consumir uma boa parte do seu tempo. Zhuo conta que ela demorou para aceitar que ela precisava escolher o que era mais importante e não deixar todas as possíveis possibilidades lhe dominar.

  5. Habilidades com pessoas é mais importante: os CEOs das grandes empresas não são especialistas em todas as áreas das empresas, como vendas, marketing, finanças, logísticas, etc. Eles estão nessas posições porque sabem liderar e motivas as pessoas. Zhuo afirma que o sucesso está mais ligado em direcionar o desenvolvimento de habilidades centradas em pessoas, como contratar líderes excepcionais, construir equipes autoconfiantes, estabelecer uma visão clara e se comunicar bem.

Essas são as princípios que permitirão você liderar e fazer a gestão de equipes de qualquer tamanho. Boa sorte!

Angelo Públio