Edupreendedor: professores que se voltam para o empreendedorismo

Devido aos baixos salários, altos níveis de estresse e falta de apoio administrativo, os professores estão se tornando empreendedores, construindo suas próprias empresas. O Edupreendedor recebe pelo seu talento.

Quando eu li o artigo “This Educator Made A Documentary About Teachers Turning Toward Entrepreneurship” (“Este educador fez um documentário sobre os professores que se voltam para o empreendedorismo”), abriu a minha visão que o problema dos professores que temos no Brasil não se restringe apenas ao nosso país.

Muitos professores nos Estados Unidos por falta de grana para pagar as suas contas estão complementando a renda familiar como motorista de Uber e alugando seus apartamentos no Airbnb.

De acordo com o artigo, muitos educadores deixam a profissão por estresse, violência escolar e excesso de trabalho. É, lá também tem isso!

MAS, os professores podem seguir um caminho diferente. Eles podem empreender, sendo pago por sua habilidade e talento de ensinar aos outros.

Muitos professores escrevem blogs e livros, participam de palestras, se tornam embaixadores de marcas, fornecem conteúdo e conhecimento. E não recebem por isso.

O artigo comenta que muitos professores pensam que não devem cobrar por isso, pelo motivo que escolheram impactar a vida das pessoas.

Dr. Will Devamport III criou o documentário “The Edupreneur” em que compartilha oito histórias de pessoas que são educadores e empreendedores. Você pode comprá-lo online e assistí-lo na plataforma Vimeo.

 
 
 
edupreendedor.jpg

Como se tornar um Edupreendedor

  1. Escolha um nicho. Analise o que você faz bem e o que você gosta.

  2. Encontre o seu canal. Descubra se o que você gosta é escrever livro, blog, fazer vídeo, gravar entrevistas como podcast, realizar palestras, etc.

  3. Faça parceria com pessoas que você acredita e que acreditam em você. Isso lhe ajudará a construir e promover o seu negócio.

  4. O trabalho nunca acaba. Você precisa criar o seu produto, divulgá-lo, vendê-lo, melhorá-lo, fazer um novo produto e repetir o ciclo.

  5. Desenvolva o seu lado gestor, para poder administrar bem os ganhos e despesas.

  6. Empreenda por sua paixão em transformar às pessoas, não pelo dinheiro. O dinheiro é o resultado de um excelente trabalho.

 
 
 
VendasAngelo Públio