Aprenda carisma (as 12 táticas de liderança carismática!)

Você pode melhorar a sua carisma, mesmo que você não tenha nascido carismático. Aprenda 12 táticas e transforme-se na pessoa que os outros querem seguir.

 
 
 
carisma.jpg

O que é carisma?

Carisma é um conjunto de habilidades para comunicar de forma clara uma mensagem visionária e inspiradora, que cativa e motiva o público transmitindo valores e sentimentos. Essas habilidades podem ser desenvolvidas por meio de treino e prática de táticas.

A palavra carisma em grego significa “graça de Deus”.

Para dar um nó na sua cabeça:

SE existem táticas que se usada corretamente você transmitirá mais carisma; E a palavra carisma em grego significa “graça de Deus”; ENTÃO, se você transmitir mais carisma através do uso de táticas, de forma persuasiva, as pessoas poderão pensar que você recebeu um dom especial.

 
 
 

As táticas de liderança carismática

É necessário que os líderes tenham carisma em diversas situações:

  • inspirar os colegas em novas iniciativas;

  • motivar a equipe após projeto que não deu certo;

  • incentivar alguém do time que é super qualificado, mas está abaixo do rendimento.

Qualquer pessoa treinada pode se tornar mais influente, transmitir confiança e ter atitude de líder se souber e treinar as táticas de liderança carismática (charismatic leadership tactics - CLTs).

 
 
 

Para Aristóteles, a carisma pode ser desenvolvida a partir da combinação de 3 aspectos:

  • Logos: discurso poderoso e fundamentado.

  • Ethos: credibilidade pessoal e moral.

  • Pathos: despertar paixão e emoção.

 
 
 

Os pesquisadores John Antonakis, Marika Fenley e Sue Liechti, definiram as 12 táticas de liderança carismática que você precisa incorporar nas suas apresentações, palestras, reuniões e conversas 1-para-1.

Essas 12 táticas estão divididas em 2 grupos:

  • 9 táticas verbais, que se referem ao conteúdo da mensagem e como trabalhar a mensagem para ser processada de forma persuasiva.

  • 3 táticas não verbais, relacionadas à forma de entrega da mensagem. Contribuem para transmitir paixão e dar suporte ao que está sendo dido.

Confira abaixo quais são essas 12 táticas que te ajudarão a criar uma conexão emocional com as pessoas.

 
 
 

9 táticas verbais para carisma

  1. Metáfora e analogias: simplificam o entendimento da mensagem, auxiliam na recordação e invocam significados simbólicos. O discurso “I have a dream” (Eu tenho um sonho) de Martin Luther King Jr. é excepcional no uso de metáfora.

  2. Histórias e anedotas: contar histórias (storytelling) ajuda a envolver, tranquilizar e inspirar a audiência.

  3. Convicção moral: expressões que transmitem os sentimentos (pensamentos) e características do líder estabelecem um alinhamento e identificação dos seguidores com o líder. Exemplos: “go big or go home” (cresça ou vá para casa), “take-it-or-leave-it” (é pegar ou largar).

  4. Sentimento do grupo: o líder se posiciona como o representante do grupo, de forma que seus seguidores lhe vejam dessa maneira. Exemplo: “eu sei o que passa na cabeça de vocês, porque também passa na minha. Estamos desmotivamos, porque fracassamos, mas vamos dar a volta por cima, porque eu tenho um plano”.

  5. Definir objetivos grandiosos: um líder visionário define a sua visão de futuro que inspira os seus seguidores. Em 1998 enquanto as TVs de tubo dominavam o mercado e a tecnologia de LCD era comercialmente inviável, o CEO da Sharp, Katsuhiko Machida, empoderou os seus colaboradores afirmando que em 2005, todas as TVs vendidas no Japão seriam de LCD, tornando a Sharp pioneira nessa tecnologia. Gandhi em seu discurso “Quit India” definiu o que parecia ser um objetivo impossível, libertar a Índia das leis britânicas sem uso de violência, e assim foi feito.

  6. Transmitir confiança: é preciso que o líder realmente acredite que os objetivos possam ser alcançados. Só assim é possível emergir paixão nos seguidores.

  7. Contraste: uma frase usando contraste ajuda a defender uma posição e incluir “drama” no discurso. Exemplo: “não é o que eles podem fazer por nós, é o que nós podemos fazer por eles!”

  8. Listas de 3 itens: durante um discurso ou conversa é difícil das pessoas assimilarem ou gravarem muitas coisas. Definir uma lista de apenas 3 itens ajuda as pessoas a guardarem os pontos principais e tornar os itens “acionáveis” (que podem ser completados). Inclua no seu discurso ou apresentação: “3 coisas que você precisa fazer para …”

  9. Perguntas: essa tática de fazer uma pergunta é utilizada para estimular o engajamento e pode ser feita em uma conversa individual, reunião ou até com uma plateia. A resposta da pergunta pode ser óbvia, mas também estimular a reflexão.

 
 
 
 

3 táticas não-verbais para carisma

  1. Variação vocal (pacing): trabalhar o volume de sua voz a medida que você fala coloca emoção e paixão no que está sendo dito. A “pausa” colocada de forma estratégica em uma frase também é importante, tanto para “dar” suspense como para demonstrar “controle”.

  2. Expressões faciais: as pessoas além de “ouvir” a sua paixão, elas também necessitam “ver”. Você pode conseguir isso, por exemplo, ao sorrir, franzir a testar e fazer contato visual.

  3. Gesticular: gesticular com as mãos durante o discurso ajuda a transmitir “sinais” de autoconfiança, segurança e “poder”. Você também pode usar as mão para fazer algum som (barulho), como batendo palmas ou batendo uma das mãos sobre a mesa, para transmitir emoção e chamar a atenção para uma parte importante do discurso.

 
 
 
 

É importante que você treine essas táticas. Com o tempo você perceberá que elas acontecerão naturalmente nas situações que você precisará engajar, motivar e inspirar as pessoas. Sucesso!

 
 
 

Fonte

Adaptado de: Learning Charisma, por John Antonakis, Marika Fenley and Sue Liechti. Harvard Business Review. Acesso em: 19 mai 2019.

Can Charisma Be Taught? Tests of Two Interventions, por John Antonakis, Marika Fenley and Sue Liechti. Academy of Management. Acesso em: 19 mai 2019.

EngajamentoAngelo Públio